OURIVES

OFICINA DE OURIVES

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Share On Linkedin
Share On Pinterest
Share On Youtube

Uma Oficina de Ourives deve ter uma boa organização como uma forma de motivação ao trabalho e à inspiração, para que seja possível desempenhar a tarefa de criação e fabricação de joias. Um espaço pequeno de pelo menos 3mx2m é o suficiente, desde que seja bem planejado, ventilado e bem iluminado, de preferência natural. É necessário para que uma Oficina de Ourives fique totalmente funcional arrumar as ferramentas e maquinários de forma eficaz.

A Oficina de Ourives deve estar organizada com 3 áreas distintas para materiais e ferramentas:

1- Ferramentas de uso regular – arco de serra, maçarico, alicates, tesouras, limas, lixas, etc.

2- Ferramentas de uso eventual – normalmente as coisas que ficam na bancada como tribules, fieiras, embutidores, laminador, politriz, etc.

3- Ferramentas de uso esporádico – produtos químicos, brocas, fundição, esmeril, etc.

 

CUSTO PARA MONTAR UMA OFICINA DE OURIVES

O Mercado é promissor, e ao contrário do que possa parecer, o investimento para montar uma oficina de joias não é alto. Uma oficina para iniciantes deve possuir alguns itens básicos com o custo de apenas R$ 5.000,00 (cinco mil reais):

  1. Bancada para ourives: Existem alguns tipos e tamanhos diferentes de bancadas para ourives que encontramos prontas para venda no mercado.
  2. Maçarico para solda: deve ficar instalado junto à bancada, preferencialmente com o botijão para o lado de fora da oficina, seguindo a mesma instalação utilizada em fogões de casas residenciais.
  3. Motor chicote: utilizado principalmente para lixar, furar, fresar e dar pequenos polimentos nas peças.
  4. Laminador: Pode ser manual ou elétrico.
  5. Politriz: Um motor politriz com bancada dupla (duas cabines) seria o ideal. Utilizar um lado para massa grossa e o outro para rouge, torna o trabalho mais limpo e sem risco de misturar o pó da massa anterior com o da massa posterior.
  6. Pia: Este é um item importante, pois as peças precisam ser lavadas algumas vezes durante a confecção. Se não for possível ter uma pia dentro da oficina de trabalho, será necessário tê-la pelo menos bem próxima à oficina, como uma pia de cozinha ou de banheiro.
  7. Ultrassom ou panela aquecida: Preferivelmente deve ficar próximo à pia. Se não quiser um ultrassom próprio para limpeza de peças, você pode optar por um fogão (elétrico ou a gás) com panela para executar a limpeza.
  8. Mesa para martelar: Devemos ter uma mesa separada para martelar, pois os golpes pesados podem atrapalhar e tirar do lugar tudo o que está em cima da sua banca de ourives.
  9. Quadro de ferramentas: Este deve estar próximo da banca de ourives e da mesa para martelar, visto que as duas precisarão das ferramentas que ficarão acondicionadas neste quadro, inclusive para uma melhor visualização das mesmas. Nele fixaremos alicates, tribolés, martelos, etc.
  10. Morsa: Será necessária uma morsa média fixada em uma bancada bem firme e presa na parede. Nesta morsa você poderá prender peças para martelar ou fixar a fieira para puxar os fios necessários para a confecção de suas peças.
  11. Banca de estiramento (jacaré): Utilizada apenas para adaptar a fieira e puxar fio. Se houver espaço em sua oficina é importante pensar na aquisição de um jacaré, pois economiza muito esforço no trabalho de fabricar fios médios a grossos.

2 Comentários

  1. Uma profissão rápida e lucrativa

    Responder
  2. Eu adorei essa dica mas pra quem nao tem nem o capital como começo meu sonho e montar uma pequena oficina de fornitura so pra fazer alianças e pulsiras brincos esse e meu sonho eu faço alianças de moedas antigas mas tudo manualmente na maos e muito dolorido e cansativo mas eu nao desisto dos meus sonhos eu presiso saber de tudo que usarei pr aprender a lidar com essa situaçao de nO ter dinheiro p abrir minha oficina .

    Responder

Escreva um comentário